Ministro das Emergências da Rússia morre em treinamento no Ártico

Yevgeny Zinichev tentava salvar a vida de outra pessoa no momento do incidente, diz nota do governo russo

O ministro das Emergências russo, Yevgeny Zinichev
O ministro das Emergências russo, Yevgeny Zinichev Presidência da Rússia/Wikimedia Commons

Anna Chernovada CNN

Ouvir notícia

O Ministro de Emergências russo Yevgeny Zinichev morreu em um acidente durante exercícios de treinamento no Ártico, informou nesta quarta-feira (08) a mídia estatal russa RIA Novosti, citando o ministério.

Zinichev, de 55 anos, estava tentando salvar a vida de outra pessoa quando ocorreu o incidente na cidade russa de Norilsk.

“O Ministério de Emergências informa com pesar que Yevgeny Zinichev morreu tragicamente no cumprimento do dever enquanto assistia a exercícios interserviços para proteger a zona do Ártico de emergências, salvando a vida de uma pessoa”, disse o ministério, de acordo com o órgão estatal.

Nenhum outro detalhe imediato sobre as circunstâncias em torno da morte de Zinichev foi imediatamente fornecido pelo ministério.

Zinichev estava no Ártico para supervisionar exercícios em larga escala, de acordo com uma declaração oficial do ministério publicada antes de sua morte.

Como parte da visita, Zinichev juntou-se às autoridades locais para inspecionar o progresso da construção de um novo quartel de bombeiros em Norilsk, que deverá ser inaugurado no final do ano.

O ministro também supervisionou pessoalmente a implementação de tarefas de treinamento para resposta de emergência por parte das unidades.

O presidente russo Vladimir Putin expressou suas “profundas condolências” à família e amigos de Zinichev, disse o Kremlin em uma declaração nesta quarta-feira (08).

A nota pontuou que Putin e Zinichev tiveram uma longa carreira com as agências de segurança estatais da Rússia, e que eram “ligados por muitos anos de trabalho conjunto”.

Mais Recentes da CNN