Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Ninguém é indispensável na política, diz Boris Johnson ao renunciar

    Premiê britânico manterá governo interino e permanecerá no cargo até a eleição de novo líder; anúncio ocorre em meio a escândalos

    Primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, faz pronunciamento anunciando sua renúncia ao cargo.
    Primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, faz pronunciamento anunciando sua renúncia ao cargo. Leon Neal/Getty Images

    Da CNN

    Ouvir notícia

    Ao anunciar sua renúncia, o primeiro-ministro britânico Boris Johnson disse que a natureza da política é que “ninguém é remotamente indispensável”.

    “Como vimos em Westminster, o instinto de rebanho é poderoso – quando o rebanho se move, ele se move. E meus amigos, na política, ninguém é remotamente indispensável”, disse ele nesta quinta-feira (7).

    “E nosso sistema brilhante e darwiniano produzirá outro líder, igualmente comprometido em levar este país adiante em tempos difíceis”, acrescentou.

    Johnson disse que apoiará seu sucessor o máximo que puder. “Para esse novo líder – quem quer que seja – eu digo que vou lhe dar todo o apoio que puder.”

    Ele também se dirigiu ao público britânico, dizendo que está triste por deixar o “melhor emprego do mundo”.

    Para você, o público britânico: eu sei que muitas pessoas ficarão aliviadas e, talvez, algumas também ficarão desapontadas. E eu quero que você saiba como estou triste por estar desistindo do melhor emprego do mundo.

    Boris Johnson

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original

    Mais Recentes da CNN