Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Nos EUA, 25 milhões de pessoas recebem alerta de congelamento por onda de frio

    Regiões podem registrar temperaturas entre -6°C e -1°C

    Forte tempestade de inverno despeja neve espessa sobre Nebraska, nos Estados Unidos
    Forte tempestade de inverno despeja neve espessa sobre Nebraska, nos Estados Unidos Reuters

    Elisa RaffaAllison Chincharda CNN

    Quase 25 milhões de pessoas no sudeste dos Estados Unidos receberam um alerta de congelamento emitido pelos escritórios locais do Serviço Meteorológico Nacional dos EUA (NWS).

    O aviso entra em vigor na noite desta segunda-feira (18) e vai até a manhã desta terça-feira (19), em uma região que se estende do estado do Texas à Carolina do Norte.

    Alertas e avisos de geada também foram emitidos mais ao sul, em partes da Louisiana, Mississippi, Alabama e Geórgia.

    Danos à colheita

    As temperaturas no sudeste dos Estados Unidos na manhã de terça-feira (19) estarão abaixo do normal para esta época do ano.

    Espera-se que Atlanta, Charlotte e Birmingham, Alabama, registrem temperaturas entre -6°C e –1°C, representando um risco para as colheitas.

    “As condições de geada e congelamento matarão plantações e outras vegetações sensíveis e possivelmente vão danificar tubulações externas desprotegidas”, alerta o escritório do NWS em Peachtree City, na Geórgia.

    Entre as medidas recomendadas para contornar a situação é, se possível, levar as plantas para casa, ou então cobri-las.

    Entretanto, proteger a colheita pode ser um pouco mais difícil.

    Frutas e árvores florescem há algumas semanas, com o fim do inverno mais quente já registrado nos Estados Unidos. Um inverno excepcionalmente quente envia sinais inoportunos para que as plantas e alimentos comecem a brotar mais cedo.

    Quando ocorre uma geada oportuna em março, elas ficam expostas e desprotegidas, colocando-as em risco de danos causados ​​pela geada e congelamento.

    Os agricultores precisam usar lonas, irrigação e grandes ventiladores para cobrir as produções tanto quanto possível, a fim de evitar danos.

    Essa onda de frio fará com que as cidades do Centro-Oeste, Sul e Costa Leste dos EUA experimentem temperaturas mais típicas de janeiro e fevereiro do que as normalmente sentidas no início de março.

    St. Louis pode ter oscilação de mais de 6 graus Celsius, indo de 15°C no sábado (16) para 4°C nesta segunda-feira (18). A temperatura de Atlanta pode cair até 10 graus Celsius de sábado para esta segunda-feira: de 21°C para cerca de 10°C.

    Essas temperaturas podem não ser congelantes, mas em algumas partes do sul são mais típicas do meio do inverno.

    Memphis, Tennessee, e Huntsville, Alabama, estão previstos para máxima de 10°C nesta segunda-feira, temperaturas típicas de meados de janeiro.

    A temperatura máxima na Filadélfia nesta terça-feira deverá ser de 7°C, a máxima média em 19 de fevereiro.

    Este conteúdo foi criado originalmente em espanhol.

    versão original