Olimpíadas de Inverno: China chama boicote diplomático dos EUA de “pretensioso”

Resposta vem logo após os Estados Unidos anunciarem que não vão enviar representantes políticos aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, que acontecerão em 2022

Pessoas caminham próximo a cartaz com o logo da Olimpíada de Inverno Pequim 2022 em Pequim
Pessoas caminham próximo a cartaz com o logo da Olimpíada de Inverno Pequim 2022 em Pequim Reuters

David Brunnstromda Reuters

Ouvir notícia

A embaixada da China em Washington disse que o anúncio dos Estados Unidos de um boicote diplomático às Olimpíadas de Inverno de 2022 é um “um ato pretensioso” e uma “manipulação política”, e que não terá nenhum impacto no sucesso da realização do Jogos.

“Nenhum convite foi estendido aos políticos dos EUA, então este ‘boicote diplomático’ simplesmente veio do nada”, disse o porta-voz da embaixada Liu Pengyu em uma resposta por e-mail a um pedido de comentário sobre o anúncio.

“Um ato tão pretensioso é apenas uma manipulação política e uma grave distorção do espírito da Carta Olímpica. Na verdade, ninguém se importaria se essas pessoas viessem ou não, e não tem impacto algum nos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim 2022 para ser realizada com sucesso “, disse ele.

Mais cedo, o governo Joe Biden anunciou que não vai enviar nenhum representante político às Olimpíadas de Inverno.

Ainda segundo o governo estadunidense, essa decisão não afeta a equipe que disputará os Jogos de Inverno em 2022.

Mais Recentes da CNN