Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Papa Francisco lamenta situação “desesperadora” em Gaza e pede que fiéis apoiem lado “da paz”

    Pontífice anunciou um dia de jejum com orações especiais no Vaticano pela paz

    Alvise Armellinida Reuters

    Cidade do Vaticano

    O papa Francisco lamentou nesta quarta-feira (18) a situação “desesperadora” em Gaza e pediu que os fiéis tomem “apenas um lado” no conflito entre Israel e o grupo radical islâmico Hamas, o lado “da paz”.

    Falando durante sua audiência semanal na Praça de São Pedro, Francisco não mencionou o ataque mortal a um hospital em Gaza, pelo qual israelenses e palestinos estão culpando um ao outro.

    “A guerra não resolve nenhum problema, apenas semeia morte e destruição, aumenta o ódio, multiplica a vingança. A guerra apaga o futuro”, disse ele.

    “Peço aos crentes que tomem apenas um lado nesse conflito, o da paz, mas não com palavras, e sim com oração e dedicação total”, acrescentou Francisco.

    O papa pediu todos os esforços possíveis “para evitar uma catástrofe humanitária” e anunciou orações especiais pela paz na Basílica de São Pedro às 13h00, no horário de Brasília, do dia 27 de outubro.

    Ele disse que esse dia será “um dia de jejum, orações e penitência” e convidou todos os cristãos, seguidores de outras religiões e aqueles que se preocupam com a paz mundial a participarem.

    Veja também: Médico de hospital em Gaza relata terror no momento de bombardeio