Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Papa Francisco pede fim da violência no Haiti e libertação de sequestrados

    País caribenho vive crise de segurança pública e política

    Papa Francisco lê a oração do Angelus de sua janela no Vaticano
    Papa Francisco lê a oração do Angelus de sua janela no Vaticano 08/12/2023 Vatican Media/Divulgação via REUTERS

    Da Reuters

    O Papa Francisco ofereceu neste domingo (17) orações pelo Haiti, onde gangues fortemente armadas tomaram conta de grande parte da capital e grupos de direitos humanos relataram assassinatos generalizados, sequestros e violência sexual.

    Francisco disse estar aliviado com a notícia da libertação de um professor e de quatro dos seis membros do Instituto Frères de Sacre Coeur que foram sequestrados em 23 de fevereiro, pedido aos atores políticos e sociais que deixem de lado os interesses pessoais e se comprometam com a busca do bem comum.

    O pontífice de 87 anos também rezou pela Ucrânia, Palestina, Sudão do Sul e Síria.

    Mais de 360 mil pessoas estão deslocadas internamente no Haiti, segundo estimativas da ONU.

    Com a crise política e de segurança pública, o primeiro-ministro Ariel Henry disse que renunciará, dando espaço para a formação de um governo provisório.

    Entretanto, o principal líder de gangue do Haiti disse que não reconhecerá essa administração e que os haitianos devem escolher seus representantes.