Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Parlamento europeu elege novamente uma mulher como presidente depois de 20 anos

    Deputada Roberta Metsola, de Malta, venceu outras duas candidaturas femininas; uma mulher não ocupava a cadeira desde 2002

    Roberta Metsola discursa depois de anunciada sua eleição para a presidência do Parlamento europeu
    Roberta Metsola discursa depois de anunciada sua eleição para a presidência do Parlamento europeu Reuters/reprodução

    Da Reuters

    A deputada Roberta Metsola, de Malta, arquipélago no Mediterrâneo, garantiu apoio esmagador e se tornou presidente do Parlamento Europeu nesta terça-feira (18 de janeiro). Ela é a primeira mulher no cargo em 20 anos.

    Metsola sucede o socialista italiano David Sassoli na função de liderar o parlamento de 705 membros da União Europeia. Sassoli morreu este mês, aos 65 anos.

    A eleição para a presidência do Parlamento europeu foi protagonizada por mulheres. Metsola, de 43 anos, derrotou duas outras candidatas ao garantir 458 dos 616 votos válidos e levar no primeiro turno.

    Membro do Parlamento Europeu desde 2013, Metsola fez campanha, ainda como estudante, para Malta se tornar membro da União Europeia.

    O Parlamento, que adota e altera propostas legislativas e decide sobre o orçamento do bloco, teve apenas duas presidentes mulheres, Simone Veil e, mais recentemente, Nicole Fontaine, ambas francesas, desde que se tornou uma assembleia eleita diretamente, em 1979.