Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Prêmio Nobel da Paz diz à CNN que Brasil precisa aprovar leis contra fake news

    Em entrevista exclusiva, Maria Ressa afirmou que não implementar nova legislação de segurança digital significa permitir que as big techs tomem as decisões pelas pessoas

    Américo Martinsda CNN

    Londres

    A ganhadora do Prêmio Nobel da Paz de 2021, Maria Ressa, defendeu em entrevista exclusiva à CNN a aprovação de leis no Brasil que regulem as plataformas digitais e punam a divulgação de fake news.

    Ressa afirmou que as chamadas big tech, as grandes empresas globais de tecnologia, precisam ser responsabilizadas pela distribuição de conteúdos falsos e desinformação.

    “Essas empresas são completamente imunes a qualquer tipo de responsabilização”, diz.

    A vencedora do Nobel é uma jornalista filipina que ganhou notoriedade por sua militância contra a desinformação e líderes autoritários. Ela mostrou que está acompanhando as discussões sobre o projeto de lei das fake news no Congresso brasileiro.

    “Eu sei que o Brasil tem suas próprias leis, que estão sendo implementadas, e houve um lobby bastante forte de todas as empresas de tecnologia (contra a PL das Fake News). Acho que precisamos ser tão insistentes quanto as big techs. Ficar parado e não implementar novas leis de segurança significa permitir que as empresas de tecnologia decidam as nossas vidas”, disse.

    Ela também rebateu alegações contrárias à regulamentação do ambiente digital: “Não é uma questão de liberdade de expressão. Isso é uma informação falsa lançada para impedir que os reguladores cumpram suas tarefas. São teorias malucas da conspiração”.

    Cúpula do Prêmio Nobel

    Ressa deu a entrevista exclusiva à CNN direto de Washington, nos Estados Unidos, onde está participando de uma cúpula organizada pela Fundação Nobel para discutir formas de combater as fake news e tentar encontrar soluções para o problema.

    Além dela, outros 10 agraciados com o Prêmio Nobel participam das discussões.

    Para Ressa, existem algumas soluções de longo e médio prazo para o problema –incluindo, obviamente, a implementação de novas leis regulando o mundo digital.

    “A solução de longo prazo é a educação. A médio prazo, é a legislação. Mas, a curto prazo, somos apenas nós, as pessoas nas trincheiras. Você não pode simplesmente desistir porque não há lei, certo?”, disse.

    Ela apresentou durante a cúpula uma lista de três pontos de ação para conter o problema das fake news.

    À CNN, ela resumiu essas ações em três áreas principais que merecem atenção: fazer com que as big techs parem com o uso do que ela classificou como “vigilância das pessoas para obter lucros”; acabar com vieses incluídos nos algoritmos das companhias; e valorizar o jornalismo profissional, que ela chamou de “antídoto” contra as informações falsas.