Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Presidente ucraniano reage a imagens de Bucha: “Isso é genocídio”

    Corpos de pelo menos 20 homens civis foram encontrados espalhados por uma rua na cidade de Bucha após a retirada das forças russas da área

    Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky
    Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky Serviço de Imprensa da Presidência da Ucrânia/Divulgação via Reuters

    Niamh KennedyAnastasia Graham Yoollda CNN

    em Londres

    Ouvir notícia

    “Isto é genocídio”, disse o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, neste domingo (3), falando depois que surgiram imagens de corpos de civis espalhados pelas ruas de Bucha, a Noroeste da capital Kiev.

    Quando perguntado durante uma aparição no programa “Face the Nation” da CBS News se a Rússia está realizando genocídio na Ucrânia, Zelensky respondeu: “De fato. Isso é genocídio”.

    “A eliminação de toda a nação e do povo. Somos cidadãos da Ucrânia. Temos mais de 100 nacionalidades. Trata-se da destruição e extermínio de todas essas nacionalidades”, continuou.

    A Ucrânia não quer ser “subjugada à política da Federação Russa”, disse Zelensky, acrescentando que esta “é a razão pela qual estamos sendo destruídos e exterminados”.

    “Isso está acontecendo na Europa do século 21. Então, esta é a tortura de toda a nação”, enfatizou o presidente aos telespectadores.

    Mais sobre as imagens: os corpos de pelo menos 20 homens civis foram encontrados espalhados por uma rua em Bucha após a retirada das forças russas da área, segundo imagens divulgadas pela AFP no sábado (2).

    A CNN não conseguiu confirmar de forma independente os detalhes sobre as mortes dos homens e solicitou comentários do Ministério da Defesa russo sobre as alegações de execução de civis na região de Kiev e em outras partes da Ucrânia.

    As supostas atrocidades provocaram indignação internacional, com líderes ocidentais pedindo investigações de crimes de guerra e novas sanções à Rússia.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original

    Mais Recentes da CNN