Projeção CNN: democrata Warnock derrota senadora republicana Loeffler na Geórgia

Segundo projeção da CNN com cerca de 97% dos votos apurados, Raphael Warnock venceu a republicana Kelly Loeffler na disputa por um assento ao Senado

Raphael Warnock em comício com Joe Biden
Raphael Warnock em comício com Joe Biden Foto: Twitter/ Reprodução

Da CNN, em São Paulo*

Ouvir notícia

 

Segundo projeção da CNN americana, com cerca de 97% dos votos apurados às 4h05 desta quarta-feira (pelo horário de Brasília), o reverendo democrata Raphael Warnock venceu a republicana Kelly Loeffler na disputa por um assento ao Senado americano pela Geórgia.

Assim, Warnock se torna o primeiro senador negro a representar o estado.

Leia também:
Pence diz a Trump que não tem autoridade para bloquear a certificação de Biden
11 fatos sobre a Geórgia que poucas pessoas sabem

No mesmo horário, a outra disputa por uma vaga no Senado do estado segue indefinida: o atual senador republicano David Perdue aparece com 49,9% dos votos ante 50,1% do democrata Jon Ossoff, também com cerca de 97% dos votos já contabilizados.

Das 100 vagas para senadores americanos, 98 já estavam definidas antes da votação do segundo turno na Geórgia: 50 foram para o Partido Republicano, 46 para o Partido Democrata e duas para independentes que votam com os democratas no Congresso.

Com a vitória de Warnock, os democratas passam a ter 49 assentos (contando os independentes) ante 50 dos republicanos. O resultado da disputa entre Perdue e Osoff poderá igualar as bancadas – e, assim, os democratas teriam maioria, uma vez que o voto de minerva é da vice-presidente eleita Kamala Harris, que a partir do dia 20 de janeiro também preside o Senado.

Em um discurso na quarta-feira, antes da divulgação da projeção, Warnock falou aos seus apoiadores e os agradeceu.

“Para todos que estão lutando hoje, quer você tenha votado em mim ou não, quero que saiba que ouço você, vejo você e todos os dias que estiver no Senado dos Estados Unidos lutarei por você”, disse.

Warnock é o primeiro democrata da Geórgia eleito para o Senado em 20 anos, e sua eleição é o culminar de anos de campanhas de registro de eleitores conduzidas pela ex-líder democrata da Câmara estadual Stacey Abrams e outros ativistas.

O presidente eleito Joe Biden também venceu a Geórgia, a primeira vez para um candidato presidencial democrata desde os anos 1990.

* Com informações de Marshall Cohen e Alex Rogers, da CNN em Atlanta; e Guilherme Venaglia, da CNN em São Paulo

Mais Recentes da CNN