Protestos contra lockdown deixam ao menos 226 feridos no Líbano

Por conta da pandemia, país está sob toque de recolher de 24 horas desde o último dia 14

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Pela quarta noite consecutiva, Trípoli, no Líbano, foi palco de protestos violentos por causa do lockdown para conter o avanço da pandemia no país. Segundo a mídia local, 226 pessoas ficaram feridas. 

Parte da população reclama das medidas contra a Covid-19. O país está sob toque de recolher de 24 horas desde o último dia 14. Apenas o comércio básico — como supermercados e farmácias — está funcionando, durante algumas horas por dia. O bloqueio vai vigorar até 8 de fevereiro para tentar diminuir a superlotação dos hospitais.

O Líbano enfrentava uma forte crise financeira, que foi agravada pela pandemia. Hoje, mais da metade da população está na linha da pobreza. Nos atos de quarta-feira (27), um manifestante morreu, segundo a polícia. 

Publicado por Guilherme Venaglia

Mais Recentes da CNN