Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Putin manda recado à Polônia: “Atacar Belarus significará um ato à Rússia”

    Líder russo diz que Varsóvia cobiça terras belarrussas e ucranianas e afirma que parte do território da Polônia foi "presente de Stalin" ao país

    Presidente da Rússia, Vladimir Putin, durante reunião em Moscou
    Presidente da Rússia, Vladimir Putin, durante reunião em Moscou 07/07/2023 Sputnik/Alexander Kazakov/Kremlin via REUTERS

    Da Reuters

    O presidente Vladimir Putin acusou, nesta sexta-feira (21), a Polônia de ter ambições territoriais na antiga União Soviética e disse que qualquer agressão contra a vizinha e aliada Belarus seria considerada uma agressão contra a Rússia.

    “[Em 1939] a Polônia foi abandonada por seus aliados ocidentais, foi lançada para a máquina de guerra alemã e perdeu formalmente sua independência e estado, que foram restaurados em grande parte graças à União Soviética. Foi graças à União Soviética, graças às medidas tomadas por Stalin, a Polônia obteve territórios substanciais nas terras alemãs ocidentais. Isso é um fato”, declarou.

    Putin disse que havia relatos na imprensa de planos para uma unidade polaco-lituana a ser usada para operações no oeste da Ucrânia – parte da qual no passado pertencia à Polônia – e, finalmente, para ocupar território lá.

    “Sabe-se que eles também sonham com as terras bielorrussas”, afirmou, também sem fornecer provas.

    VÍDEO – Príncipe William visita fronteira da Polônia e Ucrânia

    Moscou reagiria a qualquer agressão contra a Belarus “com todos os meios à nossa disposição”, disse Putin em uma reunião de seu Conselho de Segurança em comentários televisionados.

    “Quanto aos líderes poloneses, muito possivelmente eles estão contando com a formação de algum tipo de coalizão sob a égide da Otan para se envolver diretamente no conflito ucraniano, a fim de arrancar um bom pedaço da Ucrânia para si”, disse.

    “Não vamos nos envolver. Mas, quanto à Belarus, faz parte do Estado da União. A agressão contra a Belarus significará agressão contra a Federação Russa. Responderemos a isso com todos os meios à nossa disposição.”

    O Comitê de Segurança de Varsóvia decidiu na quarta-feira (19) mover unidades militares para o leste da Polônia depois que membros da força mercenária russa Wagner chegaram a Belas, informou a agência de notícias estatal PAP, citando seu secretário nesta sexta.