Rainha Elizabeth se encontrará com o presidente Biden no Castelo de Windsor

Será o primeiro grande encontro da rainha com um líder mundial desde a morte de seu marido, o príncipe Philip, em abril

Rainha Elizabeth e Joe Biden
Rainha Elizabeth e Joe Biden Foto: Reprodução

Rob Picheta e Max Foster, da CNN

Ouvir notícia

A Rainha Elizabeth da Grã-Bretanha dará as boas-vindas ao presidente dos EUA, Joe Biden, no Castelo de Windsor, no próximo 13 de junho. Este será seu primeiro encontro individual com o presidente, anunciou o Palácio de Buckingham nesta quinta-feira (3).

O encontro do monarca com Biden e a primeira-dama Jill Biden acontecerá durante a visita do presidente ao Reino Unido para a próxima cúpula do G7, sua primeira viagem ao exterior desde que assumiu o cargo.

O presidente americano Joe Biden também incluirá reuniões com líderes da Turquia, Reino Unido e Rússia, além de audiências com uma rainha e um rei, disse a Casa Branca na quinta-feira (3).

Biden planejou se encontrar com o primeiro-ministro britânico Boris Johnson em 10 de junho antes de participar da Cúpula do Grupo dos Sete de 11 a 13 de junho na Cornualha, no Reino Unido, onde manterá reuniões bilaterais com outros líderes do G7, disse a Casa Branca.

Será o primeiro grande encontro da rainha com um líder mundial desde a morte de seu marido, o príncipe Philip, em abril, e ocorre depois de um ano em que a maioria de seus compromissos pessoais foram arquivados por causa da pandemia do coronavírus.

Um plano para o encontro dos dois está em andamento há vários dias, com a Casa Branca e o Palácio em negociações a respeito logística.

Ao longo de seu reinado, a monarca de 95 anos se reuniu com todos os presidentes dos Estados Unidos, exceto Lyndon Johnson. Nos últimos anos, ela reduziu suas viagens internacionais, tornando as visitas a líderes mundiais menos comuns.

Mas a dupla manteve contato nos últimos meses. A rainha enviou uma mensagem privada de felicitações antes de sua posse em janeiro, disse uma fonte real à CNN na época. E no início deste ano, os Bidens enviaram condolências à rainha, à família real e ao Reino Unido após a morte de Philip.

O primeiro presidente dos EUA com quem a rainha Elizabeth II se encontrou foi o ex-presidente Harry Truman em 1951, embora ela fosse uma princesa na época e ascendesse ao trono apenas no ano seguinte.

Os Bidens se encontraram com outros membros da família real. Em 2017, os Bidens e o ex-presidente Barack Obama acompanharam o Príncipe Harry durante os Jogos Invictus em Toronto, Canadá. Harry, um veterano militar, inaugurou os jogos, que são realizados em uma cidade diferente a cada ano e fornecem uma plataforma esportiva internacional para militares feridos e feridos.

A Rainha conheceu o ex-presidente Donald Trump durante sua visita de estado ao Reino Unido em 2019, com Trump alegando depois que ela se divertiu “muito” com ele.

Biden conheceu o príncipe Charles, o herdeiro do trono britânico, durante sua visita a Washington D.C. em 2015, enquanto Biden servia como vice-presidente na administração Obama.

A cúpula do G7 começará em 11 de junho na Cornualha, sudoeste da Inglaterra. A cúpula presencial do ano passado foi cancelada devido à pandemia. A cúpula entre Biden e o presidente russo, Vladimir Putin, está marcada para 16 de junho em Genebra.

Mais Recentes da CNN