Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Rejeição de Israel à solução de dois Estados ameaça prolongar o conflito, diz chefe da ONU

    Secretário-geral das Nações Unidas, Antonio Guterres, fez declaração durante reunião do Conselho de Segurança da ONU na terça-feira (23)

    Rejeição de Israel à solução de dois Estados ameaça prolongar o conflito, diz chefe da ONU
    Rejeição de Israel à solução de dois Estados ameaça prolongar o conflito, diz chefe da ONU REUTERS

    Michael Riosda CNN

    A “rejeição clara e repetida” de Israel de uma solução de dois Estados é “inaceitável” e ameaça prolongar o conflito com os palestinos que se tornou uma ameaça global à paz, disse o secretário-geral das Nações Unidas, Antonio Guterres, em uma reunião do Conselho de Segurança da ONU na terça-feira (23).

    O chefe da ONU chamou uma solução de dois Estados a única maneira de abordar as aspirações de ambos os lados, dizendo que qualquer recusa em aceitá-la deve ser firmemente rejeitada.

    “Um fim duradouro para o conflito só pode vir através de uma solução de dois estados”, disse ele.

    Guterres também repetiu o seu pedido para mais entregas de ajuda em Gaza, dizendo que as quantidades que entram no enclave são altamente insuficientes. “É fantasia pensar que 2,2 milhões de pessoas podem sobreviver apenas com ajuda”, disse ele.

    Guterres pediu mais pontos de passagem para Gaza e acesso ao norte, dizendo que apenas sete das 29 missões humanitárias planejadas para o norte de Gaza no início de janeiro foram total ou parcialmente realizadas.

    Ele também apelou novamente para um cessar-fogo humanitário imediato, dizendo: “isso irá garantir que ajuda suficiente chegue onde é necessária, facilitar a libertação de reféns, e ajudar a diminuir as tensões em todo o Oriente Médio.”

    Este conteúdo foi criado originalmente em Internacional.

    versão original