Repórter da CNN deixa Afeganistão em voo com refugiados

Clarissa Ward deixou país após cobertura da invasão do Talibã a capital Cabul

Douglas Portoda CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

A repórter da CNN Internacional Clarissa Ward deixou nesta sexta-feira (20) o Afeganistão em um voo com refugiados. Ela se destacou na última semana pela cobertura em Cabul após a invasão de tropas do Talibã.

“Em nosso voo e nos preparando para a decolagem”, postou Ward em sua conta no Twitter em meio a centenas de pessoas que deixavam o país.

 

Nos últimos dias ela passou a andar pelas ruas da capital afegã mostrando as mudanças na região e como estava a relação das pessoas com o Talibã.

Em entrevista ao âncora William Waack, que vai ao ar neste sábado (21), às 21h30, Ward relatou que o grupo islâmico estava sendo cordial e receptivo com os jornalistas, dando permissão para a realização de atividades profissionais.

“Com tantos combatentes diferentes, nunca se sabe em quem você vai esbarrar e qual vai ser a reação”, disse.

 

Ward foi confrontada por um integrante do Talibã que a pediu para cobrir o rosto, enquanto fazia uma reportagem sobre a movimentação no aeroporto local. A repórter explicou que a situação não a ofendeu.

“Com tantos combatentes diferentes, nunca se sabe em quem você vai esbarrar e qual vai ser a reação”, afirmou.

 

Mais Recentes da CNN