Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Rússia diz que atacou centro de treinamento e matou até 180 pessoas; Ucrânia nega

    À CNN, porta-voz do Ministério da Defesa ucraniano, Markiyan Lubkivsky, disse que informação é "pura propaganda russa"

    Alexander Fomin, ministro da Defesa da Rússia
    Alexander Fomin, ministro da Defesa da Rússia Dursun Aydemir/Anadolu Agency via Getty Images

    Da Reuters

    A Rússia afirmou, neste domingo (13), que atacou o centro de treinamento de Yavoriv, no oeste da Ucrânia. Segundo o Kremlin, o ataque matou “180 mercenários estrangeiros” e destruiu uma grande quantidade de armas fornecidas por países estrangeiros.

    O porta-voz do Ministério da Defesa, Igor Konashenkov, disse em um briefing que a Rússia continuaria seus ataques contra o que continuou a chamar de “mercenários estrangeiros”.

     

    A Reuters não pôde verificar de forma independente as declarações.

    A Ucrânia negou que a Rússia tenha matado 180 pessoas durante um ataque à base militar de Yavoriv. “Esta não é a verdade. Pura propaganda russa”, disse à CNN o porta-voz do Ministério da Defesa ucraniano, Markiyan Lubkivsky.

    O governador regional ucraniano, Maksym Kozytskyy, disse que 35 pessoas morreram e 134 ficaram feridas no ataque.