Rússia e Polônia registram recorde de casos diários de Covid-19

Autoridades dos países acreditam que nova onda de infecções impulsionada pela Ômicron ainda não atingiu o pico

Médicos tratam paciente com Covid-19 em hospital em Varsóvia, na Polônia
Médicos tratam paciente com Covid-19 em hospital em Varsóvia, na Polônia 11/01/2022 REUTERS/Kacper Pempel

Da Reuters

Ouvir notícia

A Rússia registrou, neste sábado (21), novo recorde de casos diários de Covid-19 pelo segundo dia consecutivo. Segundo o governo, 57.212 novas infecções foram relatdas nas últimas 24 horas, quase oito mil a mais que as 49.513 desta sexta-feira (21).

O país, que sofre para conter a onda de casos impulsionada pela variante Ômicron, registrou 681 mortes pela doença neste sábado.

A Polônia, outro país de região, que também busca conter a nova cepa, também relatou seu maior número de casos de Covid-19 em único dia. De acordo com o Ministério da Saúde polonês, 40.876 novas infecções foram registradas neste sábado (22).

As autoridades disseram que o país ainda não atingiu o pico, podendo ter entre 60 e 140 mil casos diários do novo coronavírus nas próximas semanas.

Retorno de restrições

Tóquio registrou seu maior número de infecções diárias por Covid-19 pelo quarto dia consecutivo neste sábado (22), com a variante Ômicron continuando a se espalhar rapidamente.

A capital do Japão relatou 11.227 novos casos de coronavírus, informou o governo local, um dia após o restabelecimento das restrições à atividade comercial que devem durar até 13 de fevereiro.

A contagem de casos mais que dobrou em comparação com o mesmo dia da semana anterior, quando 4.561 infecções foram registradas.

Três pessoas morreram de Covid-19 e 12 pacientes estavam em estado grave neste sábado, disse o governo de Tóquio.

A taxa de ocupação de leitos hospitalares para pacientes com coronavírus em Tóquio subiu para 34,3%.

Mais Recentes da CNN