Rússia posiciona sistema de defesa antimísseis em ilhas perto do Japão

País está tentando reforçar sua infraestrutura militar na região, anunciou o Ministério da Defesa em agosto

Primeiro-ministro russo, Mikhail Mishustin, visita complexo de processamento de pescado nas ilha Curilas, no sul da Rússia, em 26 de julho de 2021.
Primeiro-ministro russo, Mikhail Mishustin, visita complexo de processamento de pescado nas ilha Curilas, no sul da Rússia, em 26 de julho de 2021. Sputnik/Dmitry Astakhov/Pool via Reuters

Tom BalmforthAnton Kolodyazhnyyda Reuters

em Moscou

Ouvir notícia

A Rússia implantou seu sistema de defesa antimísseis “Bastion” em uma parte remota do arquipélago das ilhas Curilas, no Pacífico, perto do Japão, disse o canal de TV Zvezda, ligado ao Ministério da Defesa russo nesta quinta-feira (02).

O Japão reivindica as ilhas Curilas do sul, controladas pela Rússia, que Tóquio chama de “Territórios do Norte”, uma disputa territorial que data do final da Segunda Guerra Mundial, quando as tropas soviéticas as tomaram do Japão.

A disputa impediu que os países assinassem um tratado formal de paz.

A Rússia usou grandes navios cargueiros para desembarcar equipes e equipamentos na remota ilha vulcânica de Matua, na parte central do arquipélago, disse a TV Zvezda.

A Rússia está tentando reforçar sua infraestrutura militar na região, anunciou o Ministério da Defesa em agosto.

EUA e Rússia têm histórico de encontros entre seus líderes; veja fotos:

Mais Recentes da CNN