Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    “Rússia quer acabar com nosso país e nossa história”, diz presidente ucraniano

    Ainda segundo Volodymyr Zelensky, cerca de 6 mil soldados russos foram mortos desde o início da invasão

    O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky faz um discurso em Kiev, Ucrânia, em 28 de fevereiro de 2022.
    O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky faz um discurso em Kiev, Ucrânia, em 28 de fevereiro de 2022. Anadolu Agency via Getty Images

    Da Reuters

    Ouvir notícia

    Em novo vídeo divulgado nas redes sociais nesta quarta-feira (2), o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky afirmou que “a Rússia quer acabar com o nosso país e com a nossa história”. “O Kremlin não vai tomar nosso país com bombas e ataque aéreos”, declarou Zelesnky.

    O líder ucraniano voltou a dizer que a resposta do Ocidente não é suficiente, pedindo mais apoio internacional, incluindo suporte à tentativa da Ucrânia de ingressar na União Europeia. “Não é hora de ser neutro”, declarou ele.

    Ainda segundo Zelensky, cerca de 6 mil soldados russos foram mortos desde o início da invasão.

    Segundo a Organização das Nações Unidas, pelo menos 136 pessoas, entre elas 13 crianças, já morrerram na Ucrânia desde a última quinta-feira (24/2). Além disso, outros 400 civis já ficaram feridos em meio ao conflito.

    “Estes são os dados que conseguimos checar, mas o número real deve ser muito maior”, disse a porta-voz da Comissão de Direitos Humanos da ONU.

    Segundo o governador da região de Kharkiv, no leste da Ucrânia, pelo menos 21 pessoas morreram e 112 ficaram feridas em um bombardeio nesta quarta. As autoridades ucranianas afirmaram que mísseis russos atingiram áreas residenciais e prédios da admnistração no centro da cidade.

    Mais Recentes da CNN