Rússia registra mais de 7 mil casos do novo coronavírus em 24 horas

Em 24 horas, 101 pessoas morreram; no total, país tem 106.498 casos confirmados da doença

Funcionário lava chão na Praça Vermelha, em Moscou
Funcionário lava chão na Praça Vermelha, em Moscou Foto: Kirill Zykov - 28.abr.2020/Agência de Notícias Moscou

Da CNN

Ouvir notícia

A Rússia registrou 7.099 casos do novo coronavírus nesta quinta-feira (30), o maior salto no número de infectados no país em apenas um dia, até o momento. Em 24 horas, 101 pessoas morreram.

No total, o país tem 106.498 casos confirmados da doença e 1.073 mortes, segundo o departamento responsável pelo combate à COVID-19 na Rússia.

Ainda assim, 11.619 pacientes diagnosticados com o vírus conseguiram se recuperar.

Os russos reistiram e entraram em quarentena apenas no fim de março. Agora, cinco semanas depois, o país lida juntamente com o colapso dos preços do petróleo, que leva a economia a uma contração de 4% a 6%, de acordo com o Banco Central da Rússia.

Assista e leia também:
Rússia diz que foi egoísta decisão de Trump por suspender financiamento à OMS
Opep e Rússia fecham acordo sobre o maior corte de petróleo da história
COVID-19: Rússia tem maior aumento diário de casos e passa de 15 mil infectados

O primeiro-ministro russo, Mikhail Mishustin, disse nessa quarta-feira (29) que era “impossível estimar uma data exata” para aliviar as medidas restritivas e reabrir as fronteiras do país. 

No início da semana, o presidente Vladimir Putin reconheceu que o país lida com a falta de equipamentos de proteção individual para os funcionários da área da saúde.

“A situação ainda está muito difícil”, disse Putin. “Estamos enfrentando uma nova e talvez a mais intensa fase do combate à epidemia”, afirmou ele.

(Com Reuters)

Mais Recentes da CNN