Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Sétimo grupo de reféns é libertado pelo Hamas nesta quinta-feira (30)

    Grupo armado também soltou duas reféns anteriormente nesta quinta

    Manifestantes, em Tel Aviv, seguram cartazes exigindo a libertação de reféns detidos na Faixa de Gaza depois de terem sido capturados por homens armados do Hamas em 7 de outubro
    Manifestantes, em Tel Aviv, seguram cartazes exigindo a libertação de reféns detidos na Faixa de Gaza depois de terem sido capturados por homens armados do Hamas em 7 de outubro 21/11/2023REUTERS/Amir Cohen

    Tiago Tortellada CNN

    em São Paulo

    O Hamas libertou o sétimo grupo de reféns nesta quinta-feira (30). Seis pessoas, algumas das quais possuem dupla cidadania, foram entregues à Cruz Vermelha e já estão em Israel. A informação foi confirmada pelos militares israelenses.

    Mais cedo, o Hamas libertou outras duas mulheres. Uma delas é Mia Schem, que apareceu no primeiro vídeo divulgado pelo grupo armado mostrando reféns. Ela estava deitada em uma cama, sendo tratada de um ferimento no braço.

    Os reféns desta foram libertados em lotes separados na quinta-feira porque estavam detidos em locais diferentes em Gaza, de acordo com uma autoridade israelense.

    Para a continuidade da trégua, é necessário que o Hamas liberte 10 reféns por dia. Segundo o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Catar, duas reféns russas soltas na quarta-feira (30) entraram na lista desta quinta.

    Em troca, Israel deve libertar mais 30 palestinos que estão em suas prisões nesta quinta.

    O Fórum de Famílias de Reféns e Pessoas Desaparecidas em Israel divulgou os nomes dos reféns libertados no sétimo grupo:

    • Sapir Cohen, adulto
    • Shani Goren, adulta
    • Nili Margalit, adulta
    • Ilana Gritzewsky, adulta
    • Bilal Alziadana, adulto
    • Aisha Alziadana, criança

    Quatro dessa pessoas são residentes do kibutz Nir Oz, no sul de Israel, informou o kibutz em comunicado.

    *com informações da CNN