Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Talibã não estenderá prazo de 31 de agosto para saída das forças ocidentais

    Segundo fontes ouvidas pela agência Reuters, no entanto, nenhum governo ou autoridade ocidental abordou o grupo islâmico para pedir a extensão do prazo

    Combatentes do Talibã patrulham as ruas de Cabul
    Combatentes do Talibã patrulham as ruas de Cabul Rahmat Gul - 19.ago.2021/AP

    Da CNN Brasil

    O Talibã não prorrogará o prazo de 31 de agosto para que as forças ocidentais deixem o Afeganistão, disseram duas fontes do grupo islâmico à agência Reuters nesta segunda-feira (23).

    As fontes, no entanto, disseram que nenhum governo ou autoridade ocidental abordou o Talibã para estender o prazo.

    Também nesta segunda, as forças do grupo islâmico recapturaram três distritos no norte do país que estavam sob controle de milícias locais desde a semana passada, disse um porta-voz.

    Os distritos de Bano, Deh Saleh, Pul e-Hesar na província de Baghlan foram tomados por grupos de milícias locais em um dos primeiros sinais de resistência armada ao Talibã desde a tomada da capital Cabul, em 15 de agosto.

    Nesta segunda, as forças do Talibã retomaram os distritos e se estabeleceram em Badakhshan, Takhar e Andarab perto do vale de Panjshir, de acordo com publicação no Twitter do porta-voz do grupo, Zabihullah Mujahid.

    Forças leais a Ahmad Massoud, filho do comandante mujahideen anti-soviético Ahmad Shah Massoud, se estabeleceram no vale de Panjshir, uma área montanhosa a noroeste de Cabul que resistiu ao Talibã antes de 2001.

    Massoud, cujas forças incluem remanescentes do Exército regular do país e unidades de forças especiais, pediu negociações para formar um governo inclusivo para o Afeganistão, mas prometeu resistir se as forças do Talibã tentarem entrar no vale.

    (Com informações da agência Reuters)

    Mais Recentes da CNN

    Mais Recentes da CNN