Tutela de Britney Spears é encerrada após 13 anos

Pai da cantora, Jamie Spears, ocupava o cargo de tutor da filha desde 2008, controlando grande parte da vida pessoal e profissional da artista

Chloe MelasMegan Thomasda CNN*

Ouvir notícia

Após 13 anos, a tutela de Britney Spears acabou. A juíza do Tribunal Superior do Condado de Los Angeles (EUA), Brenda Penny, encerrou o acordo ordenado pelo tribunal durante uma audiência nesta sexta-feira (12).

A decisão segue uma longa batalha jurídica entre a cantora e seu pai, Jamie Spears, que foi suspenso como seu tutor da cantora no mês passado.

Ele ocupava o cargo desde 2008, supervisionando os bens de sua filha e controlando grande parte de sua vida pessoal e profissional.

A cantora se posicionou publicamente contra a tutela durante o verão, chamando de abusiva e implorando ao tribunal para encerrar o acordo.

Após a decisão, o noivo de Britney Spears, Sam Asghari, fez uma publicação nas redes sociais com os dizeres: “Liberdade”.

“A história foi feita hoje. Britney está livre!”, escreveu Asghari.

Em setembro, a juíza Brenda Penny suspendeu o pai da cantora, Jamie Spears, como conservador de seu patrimônio estimado em US$ 60 milhões e designou um substituto temporário.

Carreira da artista

Britney Spears, 39 anos, começou a cantar e dançar com dois anos e logo passou a competir em shows de talento.

Aos dez, ela foi escolhida para o programa da Disney “O novo clube de Mickey Mouse”. Na produção, atuou com grandes nomes da música: Justin Timberlake e Cristina Aguillera. Aos 15 anos, gravou o primeiro single de grande sucesso: Baby one more time.

Cinco anos depois, lançou outro hit: Oops i did it again, com cerca de 1,3 milhão de cópias vendidas só na primeira semana de lançamento.

Além de fazer participações especiais em filmes e séries, Britney Spears também foi jurada do The X Factor, um programa de talentos na tv.

Sua vida pessoal ficou no centro de um escândalo após declarações do pai de que ela enfrentava problemas de saúde mental e não conseguia gerir a própria vida.

Na quinta-feira (11), o noivo de Britney, Sam Asghari, postou em suas redes sociais um agradecimento ao Free Britney dizendo que esse é um movimento pelos direitos humanos.

(*Essa matéria foi traduzida. Clique aqui para ler a original em inglês)

Mais Recentes da CNN