Ucrânia afirma que russos sofreram “perdas significativas” em avanço a Donbass

Segundo estado-maior ucraniano, efetivo do exército da Rússia são 20% inferior em algumas localidades

Caminhões do exército russo que participam da invasão da Ucrânia
Caminhões do exército russo que participam da invasão da Ucrânia Foto: Sergei Malgavko/TASS via Getty Images

Tim Listerda CNN

Ouvir notícia

Os militares ucranianos alegaram que as unidades russas “sofreram perdas significativas de mão de obra e equipamentos” enquanto tentavam avançar para até as fronteiras das regiões de Luhansk e Donetsk, no Donbass, de acordo com um porta-voz do Estado-Maior das Forças Armadas.

“Em algumas áreas, o efetivo das unidades [russas], como consequência das hostilidades, é inferior a 20%”, disse o estado-maior das Forças Armadas no final deste domingo (15).

“Na direção de Popasna, devido a grandes perdas e à incapacidade de agir de forma independente, as tropas aerotransportadas das forças armadas da Federação Russa estão se unindo a representantes de empresas militares privadas russas para mais ações”, afirmou Oleksandr Shtupun, porta-voz do Estado-Maior.

As ruínas de Popasna caíram para as forças russas no início deste mês, mas parecem ter conquistado pouco terreno na área desde então.

Os russos também estão tentando avançar para o sul de Izium há várias semanas, e o estado-maior disse no domingo que estavam tentando sem sucesso realizar operações ofensivas e de assalto em direção a duas aldeias ao sul da cidade.

Os militares também disseram que as forças russas ao norte e leste da cidade de Kharkiv estavam tentando defender suas posições para “impedir o avanço de nossas tropas para a fronteira estatal da Ucrânia”, enquanto continuavam bombardeando cidades e vilarejos recentemente recapturados pela Ucrânia.

 

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

versão original

Mais Recentes da CNN