Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Ucrânia aguarda treinamento de países ocidentais antes de contraofensiva contra Rússia

    Estados Unidos vão treinar tropas para utilizar seus tanques Abrams, enquanto a Alemanha anunciou um acordo para organizar um centro de reparo de tanques na Polônia; Kiev quer envio de armas mais poderosas 

    Tanques Abraham M1A2 são a aposta dos aliados ocidentais para ajudar a Ucrânia durante contra-ofensiva
    Tanques Abraham M1A2 são a aposta dos aliados ocidentais para ajudar a Ucrânia durante contra-ofensiva Artur Widak/NurPhoto via Getty Images

    Da Reuters

    Base Aérea Ramstein, Alemanha

    Os Estados Unidos disseram que em breve começarão a treinar tropas ucranianas para usar seus tanques Abrams, e a Alemanha anunciou um acordo para organizar um centro de reparo de tanques na Polônia, com os EUA sediando uma reunião de aliados.

    A reunião na base aérea de Ramstein, a mais recente de uma série de conferências com promessas de envios de armas desde que a Rússia invadiu a Ucrânia em fevereiro de 2022, não fez grandes anúncios sobre armamentos, mas disse que o foco era defesa aérea e munição.

    Também garantiu apoio inabalável à Ucrânia e apoiou sua ambição de entrar na Otan em algum momento, mas autoridades sublinharam que o foco imediato é o campo de batalha.

    A Ucrânia tem pressionado seus aliados por armas de longo alcance, caças e munições, antes de uma contraofensiva que é esperada para os próximos meses e semanas.

    “O tanque M1, quando for entregue, fará a diferença”, disse o general do Exército dos EUA, Mark Milley, presidente do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas.

    Os tanques Abrams chegarão à Alemanha nas próximas semanas para as tropas ucranianas começarem o treinamento, disse o secretário de Defesa dos EUA, Lloyd Austin, a repórteres. Uma autoridade norte-americana, falando sob condição de anonimato, acrescentou que o treinamento durará cerca de 10 semanas e envolverá centenas de soldados ucranianos.

    Em janeiro, Washington prometeu entregar 31 tanques avançados M1A2 Abrams para Kiev.

    Estados-membros da Otan e seus aliados têm fornecido armas e equipamentos à Ucrânia, mas Kiev tem repetidamente pedido armamentos mais poderosos e entregas mais rápidas.

    Militares ucranianos pilotam tanque perto da cidade de Bakhmut / 10/04/2023 REUTERS/Oleksandr Klymenko

    Questionado sobre as demandas por caças avançados, Milley disse que a Ucrânia precisava primeiro de uma defesa aérea terrestre.

    “Os russos são cautelosos em entrar na Ucrânia por causa do uso eficiente do sistema de defesa aéreo ucraniano. Esse é o ponto mais crítico no momento”, afirmou Milley.

    Ele também disse que tropas ucranianas começarão a receber treinos para usar tanques Leopard e que a promessa de Berlim de entregar cerca de 80 deles até meados de 2023 estava progredindo rapidamente.

    “O que tudo isso mostra? Mostra a nossa determinação e que queremos perseverar”, disse.

    (Reportagem de Matthias Williams, Phil Stewart, Tom Balmforth, Sabine Siebold, Benoit Van Overstraeten, Rachel More, Karol Badohal e David Ljunggren)