União Europeia planeja cessar uso de petróleo e gás russos em 2027, diz representante

Em entrevista a jornal italiano, Paolo Gentiloni também afirmou que a União reduzirá sua estimativa de crescimento para 2022

Tanques de petróleo em Omsk na Rússia.
Tanques de petróleo em Omsk na Rússia. 01/05/2020REUTERS

Federico Maccionida Reuters

Ouvir notícia

A União Europeia pretende reduzir sua dependência do petróleo e gás russos em dois terços até o fim do ano e a zero até 2027, disse o comissário econômico da UE, Paolo Gentiloni, ao jornal italiano Il Messaggero em entrevista publicada nesta terça-feira (26).

Gentiloni também disse que a União reduzirá sua estimativa de crescimento para 2022 de uma meta anterior de 4%, com a UE pronta para divulgar sua previsão de primavera em 16 de maio.

Na semana passada, o Fundo Monetário Internacional (FMI) reduziu a previsão de crescimento da zona do euro para 2022 de 3,9% para 2,8%, como consequência da guerra entre Ucrânia e Rússia.

Mas Gentiloni disse que é muito cedo para dizer se a desaceleração econômica levará a uma estagnação, citando “alguns fatores positivos herdados da segunda metade de 2021”, como um nível de desemprego significativamente baixo e um grau muito alto de acúmulo de poupança.

“O risco de estagnação também dependerá muito da duração da guerra”, acrescentou.

Mais Recentes da CNN