Variante Delta é maior ameaça a esforço dos EUA contra Covid-19, diz Fauci

A variante Delta está se tornando a versão dominante da doença em todo o mundo, disse a cientista-chefe da Organização Mundial da Saúde (OMS) na semana passada

Anthony Fauci alertou sobre risco da variante no combate à pandemia
Anthony Fauci alertou sobre risco da variante no combate à pandemia Foto: Al Drago/Reuters (30.jun.2020)

Da Reuters

Ouvir notícia

A variante Delta do novo coronavírus, encontrada primeiramente na Índia, é a maior ameaça ao esforço dos Estados Unidos para erradicar a Covid-19, disse o especialista em doenças infecciosas do governo norte-americano Anthony Fauci nesta terça-feira (22).

“A transmissibilidade é inquestionavelmente maior” na variante Delta do que na variante original da Covid-19, disse Fauci em conversa com a imprensa, acrescentando que a variante “está associada a uma gravidade acentuada da doença”.

A variante Delta está se tornando a versão dominante da doença em todo o mundo, disse a cientista-chefe da Organização Mundial da Saúde (OMS) na semana passada.

Fauci disse que as vacinas autorizadas nos Estados Unidos, inclusive a da Pfizer/BioNTech, são eficazes contra a nova variante da Covid-19. “Temos as ferramentas, então vamos usá-las e acabar com o surto”, disse Fauci.

Vacinação abaixo da meta

Os Estados Unidos estão ficando aquém de seu objetivo de vacinar 70% dos adultos até 4 de julho e provavelmente precisarão de algumas semanas adicionais para atingir essa meta, disse o conselheiro sênior de Covid-19 da Casa Branca, Jeffrey Zients, durante a conversa com a imprensa.

Zients acrescentou que acredita que 70% dos adultos de mais de 27 anos terão recebido ao menos uma dose até 4 de julho.

Mais de 150 milhões de pessoas do país, ou mais de 45% da população, já foram totalmente vacinadas, de acordo com dados federais atualizados até segunda-feira (21).

Mais Recentes da CNN