Veja como foi a cobertura especial sobre os 20 anos dos atentados de 11 de setembro

Cobertura contou com convidados e análises sobre contexto histórico, os desdobramentos e histórias de quem acompanhou o horror de perto

Da CNN

Ouvir notícia

A CNN Brasil apresentou neste sábado (11) uma cobertura especial sobre os 20 anos dos ataques terroristas promovidos pela Al Qaeda nos Estados Unidos, em 11 de setembro de 2001.

A cobertura contou com transmissão simultânea em parceria com a CNN americana. Correspondentes espalhados pelos Estados Unidos trouxeram informações e retrataram a emoção dos familiares durante as homenagens às vítimas dos atentados.

Militares e autoridades também estiveram nos locais das cerimônias. O presidente Joe Biden fez viagem para os locais atingidos pelos aviões sequestrados pelo grupo terrorista.

Em Manhattan, Biden participou das homenagens às vítimas ao lado da primeira-dama Jill Biden, do ex-presidente Barack Obama e da ex-primeira-dama Michelle Obama.

Um minuto de silêncio foi feito no Memorial Nacional para marcar o horário exato de quando o primeiro avião, da American Airlines, atingiu a torre norte do World Trade Center.

Em seguida, Biden embarcou para a Pensilvânia. A CNN acompanhou ao vivo e com tradução simultânea os eventos e discursos. Na Pensilvânia, o ex-presidente George W. Bush discursou e relembrou a união dos norte-americanos na época.

“Nas semanas e meses que se seguiram aos ataques de 11 de setembro, tive orgulho de liderar um povo incrível, resiliente e unido. Quando se trata da união da América, aqueles dias parecem distantes dos nossos”, disse Bush, que era o presidente na época dos ataques.

Bill Clinton, Hillary Clinton, Barack Obama, Michelle Obama, Joe Biden e Jill Biden prestam homenagem às vítimas do 11 de Setembro
Bill Clinton, Hillary Clinton, Barack Obama, Michelle Obama, Joe Biden e Jill Biden prestam homenagem às vítimas do 11 de Setembro / Chip Somodevilla – 11.set.2021/Getty Images

A vice-presidente dos EUA, Kamala Harris, também falou aos presentes na Pensilvânia. Biden não discursou nos eventos, mas divulgou um vídeo pedindo união nacional.

Cerimônias distintas, com a leitura dos nomes das vítimas e momentos de silêncio, aconteceram Memorial Nacional, em Nova York, no Pentágono, em Washington, e em Shanksville, na Pensilvânia. Todos lugares atingidos pelos ataques terroristas de 11 de setembro.

Mais Recentes da CNN