Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Kim Kardashian compra pingente Attallah Cross usado pela princesa Diana

    Item foi vendido por cerca de R$ 1 milhão em leilão da Sotheby's

    Kim Kardashian compra pingente Attallah Cross usado pela princesa Diana
    Kim Kardashian compra pingente Attallah Cross usado pela princesa Diana Montagem CNN

    Amarachi Orieda CNN

    Kim Kardashian adquiriu o pingente Attallah Cross revestido de diamantes usado em várias ocasiões pela princesa Diana por £ 163.800 (cerca de R$ 1 milhão).

    Nos últimos cinco minutos da venda da coleção Royal and Noble na casa de leilões Sotheby’s em Londres na quarta-feira (18), um representante de Kardashian superou com sucesso outros que disputavam a cruz de ametista.

    O item foi vendido por mais do que o dobro de sua estimativa pré-leilão, disse a Sotheby’s.

    “Esta é uma joia ousada por seu tamanho, cor e estilo que não pode deixar de fazer uma declaração vibrante, seja de fé ou moda – ou mesmo ambos”, disse Kristian Spofforth, chefe de joias da Sotheby’s London, em um comunicado de imprensa quarta-feira.

    “Estamos muito satisfeitos que esta peça tenha encontrado uma nova vida nas mãos de outro nome mundialmente famoso”, acrescentou Spofforth.

    O pingente foi feito pelo joalheiro Garrard em 1920 e vendido ao empresário Naim Attallah na década de 1980 / Sotheby’s

    Feito pelos joalheiros da corte Garrard em 1920, de acordo com a casa de leilões, o pingente apresenta pedras de ametista de corte quadrado em forma de cruz, decoradas com diamantes de corte circular em um design floral distinto.

    A peça tem cerca de 12,7 centímetros por 9 de tamanho e tem um peso total de diamante de aproximadamente 5,25 quilates.

    Foi comprado de Garrard na década de 1980 pelo falecido empresário Naim Attallah, que emprestou o item várias vezes à amiga, a princesa Diana, para usar em eventos, segundo a Sotheby’s.

    A princesa de Gales “tinha um carinho especial” pelo pingente, disse a casa de leilões, e ela o exibiu enquanto usava um vestido preto e roxo Catherine Walker para uma gala de caridade em apoio à Birthright, uma instituição de caridade que trabalha para proteger os direitos humanos durante a gravidez e parto, em outubro de 1987.

    A princesa se casou com o agora rei britânico, Charles III, em 1981, tornando-se um ícone internacional que usou sua fama para aumentar a conscientização sobre inúmeras causas, incluindo hanseníase, HIV, violência doméstica e saúde mental.

    “A confiança da princesa Diana cresceu durante a década de 1980, quando ela se tornou conhecida por escolhas de moda cada vez mais ousadas, afastando-se do estilo mais romântico e moderado que até então favorecia”, disse a Sotheby’s no comunicado.

    “O fato de que ela é conhecida por ter usado o que hoje é conhecido como a Cruz Attallah várias vezes – principalmente em ocasiões privadas, substancia essa evolução”, acrescentou.

    A casa de leilões entende que Diana foi a única a usar a cruz, e esta é a primeira vez que ela aparece em público desde sua morte.

    Embora este seja um pedaço da história real britânica, Kardashian ficou famosa por usar um pedaço da história de Hollywood no Met Gala do ano passado.

    A cantora de 42 anos apareceu no tapete vermelho com um vestido justo e brilhante usado uma vez por Marilyn Monroe quando ela cantou a famosa canção “Parabéns” para o presidente John F. Kennedy em 1962.

    Kim Kardashian usou o vestido icônico de Marilyn Monroe durante o Met Gala, em maio de 2022 / Getty Images

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original

    Tópicos

    Tópicos