Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Meghan Markle aparece com pulseira de diamantes de Diana em evento em Nova York

    Duquesa de Sussex foi homenageada por fundação voltada ao apoio de mulheres

    O item da marca Cartier foi usado em público várias vezes por Lady Di
    O item da marca Cartier foi usado em público várias vezes por Lady Di Getty Images

    Flávia Martinsda CNN

    Meghan Markle foi uma das protagonistas da noite desta quarta-feira (16) na gala Women of Vision (em tradução literal, “Mulheres de Visão”) em comemoração aos 50 anos da Ms. Foundation For Women, que aconteceu em Nova York, nos Estados Unidos.

    Antes mesmo de subir ao palco, Meghan atraiu todos os olhares e flashes pelo simbolismo dos acessórios que usava: além da famosa pulseira “Love”, da Cartier – que é avaliada em mais de R$ 36 mil – ela estava com outra pulseira, mais do que especial, que pertenceu à princesa Diana.

    Também da marca francesa, o item foi usado em público várias vezes por Lady Di. Muitos dizem, inclusive, que Harry tirou alguns diamantes da joia para fazer o anel de noivado com que pediu a duquesa em casamento. O valor da pulseira, neste caso, é inestimável.

    Depois de um longo período longe dos holofotes, a duquesa de Sussex apareceu acompanhada do marido e da mãe Doria Ragland. Ela foi uma das homenageadas do evento por seu posicionamento feminista e em prol da equidade de gênero.

    Na abertura do discurso, Meghan agradeceu o prêmio à fundação que se dedica a fortalecer movimentos liderados por mulheres que investem em avanços sociais, econômicos e culturais.

    Markle chamou a atenção com um look dourado ao reaparecer em público após período afastada dos holofotes / Getty Images

    Ao longo da sua fala, ela também relembrou como a revista feminista da fundação foi importante durante sua infância e juventude, com publicações que a ajudaram a entender e interiorizar esses temas.

    “Lembro perfeitamente (…) havia uma diversidade de cores e gênero. Havia mulheres na política, astronautas. (…) os tópicos falavam desde assuntos de maternidade até violência doméstica e pobreza”, contou.