Câmeras de trânsito vão monitorar aglomerações em ruas do Rio

Quando o sistema registrar uma luz vermelha, o Disk-Aglomeração da Secretaria de Ordem Pública (Seop) será acionado para fiscalizar 

Da CNN, no Rio de Janeiro
13 de maio de 2020 às 12:31
A partir desta quarta-feira (13), as 489 câmeras da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), que normalmente já monitoram o trânsito da cidade, contarão também com um detector de concentração de pessoas.
 
O software permitirá aos operadores identificar grupos que possam estar formando aglomerações. O objetivo é evitar a disseminação do novo coronavírus na cidade do Rio de Janeiro.

De acordo com a distância entre as pessoas, o software mostra luzes na tela do sistema, indicando o risco que aquele distanciamento representa. A luz verde, indica baixo risco e acende quando há uma distância mínima de 1,5m entre as pessoas; luz laranja, risco médio, para uma distância entre 1,5m e 0,75m; e a luz vermelha, que representa alto risco, alerta quando há grupos com uma distância abaixo de 0,75m entre as pessoas.

Leia também:
Mais um acusado de desviar verba da saúde pública é preso no RJ
Centrão racha e líderes brigam após retirada de MP de pauta

Quando registrar essa luz vermelha, o Disk-Aglomeração da Secretaria de Ordem Pública (Seop) será acionado para fiscalizar. 

O último boletim divulgado pelo governo do estado do Rio de Janeiro informou que foram registrados mais de 10 mil casos de Covid-19 e 1.279 óbitos decorrentes da doença somente na capital.