Defesa Civil orienta como ajudar população em situação de rua em dias frios

Diretor do Departamento de Proteção e Defesa Civil disse que órgão já monitorava chegada de frente fria ao estado de SP

Da CNN
22 de agosto de 2020 às 09:33

As baixas temperaturas registradas durante a última semana no estado de São Paulo colocaram a Defesa Civil em alerta para as pessoas em situação de rua, o segmento da população mais vulnerável em dias frios.

Segundo o tenente-coronel da Polícia Militar Henguel Ricardo Pereira, que é diretor do Departamento de Proteção e Defesa Civil, o órgão já monitorava a chegada da massa de ar polar que passa pelo estado até o início da próxima semana.

"Nossa principal preocupação são com as pessoas mais vulneráveis, os moradores de rua. Já tínhamos monitorado a chegada da frente fria durante a semana com os institutos de meteorologia que haviam detectado essa massa de ar polar", disse em entrevista à CNN neste sábado (22). 

A Defesa Civil realiza a campanha Inverno Solidário no estado de São Paulo para distribuir cobertores para a população em situação de rua. "Também há um trabalho de convencimento para que essas pessoas que moram nas ruas, nesses períodos frios, sejam levadas para as casas de acolhimento", informou o tenente-coronel. 

Leia e assista também:

Frio vai avançar até áreas mais ao norte do Amazonas, diz meteorologista
Frente fria trará ao sul do Brasil maior incidência de neve desde 2013
Visão Responde: Como o frio afeta a saúde das pessoas?

Pereira orientou que quem quiser ajudar com doações deve procurar a assistência social ou a Defesa Civil de seu município.

"Não podemos nos esquecer que estamos no período de pandemia, então isolamento social é necessário. A gente solicita que as pessoas fiquem em casa e, se tiver que sair, saiam bem agasalhadas", finalizou.

(Edição de texto: Luiz Raatz)