Reabertura de escolas em 128 cidades de SP e mais da tarde de 8 de setembro


Da CNN
08 de setembro de 2020 às 13:38

A volta parcial de algumas atividades presenciais em escolas de São Paulo, a negociação da Oi para vender a operação de telefonia celular para Vivo, Claro e Tim e o oferecimento de denúncia contra Eduardo Paes estão entre os destaques do 5 Fatos Tarde desta terça-feira, 8 de setembro de 2020.

Reabertura de escolas 

Escolas de 128 cidades do estado de São Paulo reabriram para aulas de reforço e atividades esportivas em regiões que estejam na fase amarela do Plano de Flexibilização Econômica. A capital paulista e mais 38 cidades da Região Metropolitana optaram por não reabrir as escolas, apesar da autorização do governo. Tire suas dúvidas aqui.

Educação no Brasil

Relatório divulgado pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) conclui que as escolas brasileiras ficaram fechadas por mais tempo que a média dos outros países estudados. Isso deve impactar ainda mais na aprendizagem e habilidades dos alunos, de acordo com a entidade.

Eduardo Paes

O Ministério Público do Rio de Janeiro ofereceu denúncia contra o candidato à prefeitura da cidade Eduardo Paes (DEM), que é ex-prefeito do Rio. Na semana passada, ele foi indicado para disputar novamente o cargo, que ocupou por duas vezes. Os promotores do grupo de atuação especializada no combate à corrupção cumpriram mandado de busca e apreensão na casa de Paes, na zona sul da cidade.

Economia

A Oi acertou a venda de sua operação de celular para o consórcio formado por Vivo, Claro e Tim por R$ 16,5 bilhões. A Oi está em recuperação judicial e não pode finalizar o negócio até realizar um leilão de ativos. O consórcio formado pelos concorrentes, no entanto, vai ter preferência e poderá cobrir qualquer outro lance que eventualmente aparecer.

Covid-19 no mundo

Um novo mapa divulgado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) ilustra a gravidade da pandemia de Covid-19 no continente americano em comparação com outras regiões do mundo. Países do continente americano aparecem com o maior acúmulo de casos proporcionais à população, indicando que a região segue como epicentro da doença.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br