Justiça decide: Witzel não voltará à residência oficial

Witzel deixou o Palácio das Laranjeiras nesta segunda-feira (9) após o tribunal misto que julga seu impeachment ter decidido por sua saída na semana passada

Da CNN, em São Paulo
13 de novembro de 2020 às 20:53

 

Após a defesa do governador do Rio de Janeiro afastado, Wilson Witzel (PSC), pedir na justiça o retorno do político e da família dele ao Palácio das Laranjeiras, residência oficial do governador do estado, alegando que a vida do político está em risco, o desembargador Antonio Bastos negou o pedido.

Segundo Bastos, não há prova real de que Witzel corre perigo morando fora do palácio. O magistrado completou dizendo que o prédio público é destinado ao governador em exercício, o que não é mais o caso do ex-juíz.

Leia também

Deputado pede depoimento de sete pessoas no processo de impeachment de Witzel

STF forma maioria e rejeita pedido de Witzel para impedir impeachment

Witzel deixou o Palácio das Laranjeiras nesta segunda-feira (9) após o tribunal misto que julga seu impeachment ter decidido pela saída dele na semana passada.

O governador afastado criticou a decisão e se manifestou dizendo nunca se importou com palácios e que o retorno para o local não tem esse significado para sua vida ou para sua família.

(Publicado por Sinara Peixoto)