Interpretação de texto: um dos maiores problemas de estudantes brasileiros

Dados do Pisa (Programa Internacional de Avaliação de Estudantes) apontam que os estudantes brasileiros seguem no nível básico de leitura

Rodrigo Maia, da CNN, em São Paulo
06 de janeiro de 2021 às 18:41 | Atualizado 06 de janeiro de 2021 às 22:16
Enem vestibular
Prova do Enem (04.nov.2018)
Foto: Marcos Santos/ USP Imagens

A prova do Enem cobra muita leitura, interpretação e compreensão de textos em todas as áreas. Os enunciados das questões são elaborados para desafiar e testar o nível de entendimento dos estudantes. Se o candidato não entender bem a pergunta, jamais saberá a resposta correta.

Vale lembrar que os dados do Pisa (Programa Internacional de Avaliação de Estudantes) apontam que os estudantes brasileiros seguem no nível básico de leitura.

Os resultados revelam que o Brasil está abaixo da média da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) em leitura. Enquanto a média brasileira é de 413 pontos, a da OCDE é de 487.

No caso do Enem, é preciso estudar com empenho e ficar atento à interpretação dos conteúdos em todas as questões. Essa habilidade vai fazer uma grande diferença positiva na nota final.

Camila Moura, professora de Língua Portuguesa no ensino médio do Colégio Magister e do Poliedro, compartilhou algumas dicas para melhorar ainda mais a preparação dos estudantes.

Assista e leia também

Nota alta no Enem: entenda a metodologia de avaliação exame

Interpretação, leitura e literatura: pontos-chave para a prova do ENEM

Escrevendo, falando e ouvindo: por que tanto gerúndio?

Enem 2021: veja como será a estrutura da prova e divisão das questões

O hábito da leitura

A prova do Enem e dos principais vestibulares do país é uma verdadeira maratona de leitura. O estudante vai ler diversos conteúdos durante três, quatro ou cinco horas.

Por essa razão, ter o hábito de ler textos mais longos e complexos é fundamental para evitar o cansaço. Portanto, a dica ao estudante é simples: leia um pouco todos os dias.

É importante, também, diversificar os conteúdos por meio de matérias e artigos de jornais, além de livros sobre os mais diversos assuntos. Você não só vai adquirir um ótimo hábito, como vai aumentar seu repertório e conhecimento.

Interpretação de memes

Nos últimos anos, o Enem trouxe diversos tipos e gêneros textuais: poemas, notícias, charges, propagandas, histórias em quadrinhos e memes.

Conteúdos do cotidiano costumam cair bastante na prova. Portanto, a dica da professora Camila Moura é:

“não deixe aquele meme cheio de referências culturais e sociais passar batido. Dedique um texto a interpretá-lo mais profundamente, observando as linguagens verbal e não verbal e a ambiguidade, por exemplo.”

Destaque as ideias mais importantes

Após a leitura, o estudante deve identificar as ideias principais do texto. Em seguida, destacar as palavras mais importantes.

Com essas ações, o significado do texto ficará bem claro e a chance de o estudante não se perder no trabalho de interpretação e compreensão é maior.

Na leitura das questões, sublinhe os “verbos de comando”, como “exemplifique, identifique, compare, relacione” para saber o que está sendo pedido.

Atenção aos detalhes do texto

Título, nomes dos autores, ano de publicação, veículo em que foi publicado, “verbos de comando”, imagens e palavras-chave.

Neste sentido, a professora Camila é direta: “o humor das tirinhas está na quebra de expectativas do leitor”. Se for o caso, leia mais de uma vez a questão para identificar cada detalhe.

Textos formais e informais

Os diferentes usos da linguagem são muito explorados na prova do Enem. É o caso de lembrarmos, por exemplo, de uma mensagem enviada por Whatsapp para um amigo.

Neste caso, são utilizadas palavras, expressões e estruturas bem diferentes de um e-mail formal, enviado para o diretor-geral de uma empresa.

Saber diferenciar a formalidade da informalidade da linguagem dos textos é fundamental na prova do Enem.

Interpretação de textos requer leitura atenta, estudo, calma, concentração e repertório. Adquirir o hábito de ler e de fazer interpretações adequadas vai te preparar para o Enem, mas, acima de tudo, para a vida pessoal e profissional.