Residentes do Hospital São Paulo entram em greve por melhores condições

Segundo os profissionais, a situação está tão precária que os pacientes em casos graves da Covid-19 precisam ser transferidos para outros hospitais

Da CNN, em São Paulo
09 de fevereiro de 2021 às 10:18


Médicos residentes do Hospital São Paulo, na zona Sul da cidade, entraram em greve nesta terça-feira (9). Cerca de 40 profissionais protestaram na entrada da unidade e alegaram condições de trabalho precárias e falta de remédios e itens básicos, como luvas, gazes e seringas.

Auxiliares de enfermagem, enfermeiros e médicos aderiram à manifestação. Nos cartazes, eles listaram alguns dos insumos que estão em falta.

Segundo os profissionais, a situação está tão precária que os pacientes em casos graves da Covid-19 precisam ser transferidos para outros hospitais. 

A posição do Hospital São Paulo é que a pandemia gerou gastos adicionais e que não estavam previstos.

Em nota, o hospital afirmou que pretende restabelecer os estoques em 48 horas. 

Residentes do Hospital São Paulo entram em greve por melhores condições de trabalho
Foto: CNN (09.fev.2021)
Cerca de 40 profissionais protestam contra as condições de trabalho precárias e a falta de remédios e itens básicos, como luvas, gazes e seringas
Foto: CNN (09.fev.2021)