José Dirceu, Renato Duque e mais 13 são denunciados por desvios na Petrobras

Essa é a primeira denúncia da Lava Jato do Paraná após integração com Gaeco

da CNN, em São Paulo
10 de fevereiro de 2021 às 16:12 | Atualizado 10 de fevereiro de 2021 às 17:35


 

O MPF (Ministério Público Federal) denunciou nesta semana o ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, o ex-diretor de serviços da Petrobras, Renato Duque, e mais 13 pessoas por desvios em contratos e licitações da Petrobras. 

Os crimes vão de corrupção ativa e passiva a formação de cartel. 

Essa é a primeira denúncia da Lava Jato do Paraná após a integração com o Gaeco (Grupo de Ação Especial de Combate ao Crime Organizado). 

 

O ex-ministro José Dirceu deixa o Fórum Professor Júlio Fabbrini Mirabete, do Tribunal de Justiça do DF, em Brasília (27.jun.2018)
Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil


De acordo com o MPF, o esquema envolveu "pagamentos sistemáticos de propinas por representantes das empresas Hope Recursos Humanos S.A e Personal Service Recursos Humanos e Assessoria Empresarial LTDA em troca de favorecimentos em grandes contratos com a estatal brasileira". 

Veja a relação dos denunciados e respectivos crimes denunciados:

  • Arthur Edmundo Alves Costa: delito de cartel, fraude à licitação, crime de corrupção ativa
  • Márcio Antonio de Souza Pereira: delito de cartel, fraude à licitação
  • Renato de Souza Duque: delito de cartel, corrupção passiva
  • Eugênio Dezen: fraude à licitação
  • Orlando Simões de Almeida: fraude à licitação
  • José Eduardo Carramenha: fraude à licitação
  • José Dirceu de Oliveira e Silva: corrupção passiva, lavagem de dinheiro
  • Luis Eduardo Oliveira e Silva: corrupção passiva
  • Roberto Marques: corrupção passiva
  • Fernando Antônio Guimarães Hourneaux de Moura: corrupção passiva
  • Raúl Andrés Ortúzar Ramírez: corrupção ativa, lavagem de dinheiro
  • Rogério Penha da Silva: corrupção ativa
  • Wilson da Costa Ritto Filho: corrupção ativa, lavagem de dinheiro
  • Rui Thomaz de Aquino: lavagem de dinheiro
  • Luiz Eduardo Falco Pires Correa: lavagem de dinheiro

Na segunda-feira (8), o MPF já havia pedido a condenação de Dirceu por lavagem de dinheiro em outro processo da Lava Jato, em que é acusado de ter recebido propina das empreiteiras Engevix e UTC.