Brasil registra mais 1.127 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas

Durante a semana, número de vítimas diárias ultrapassou 2.000 por 3 dias seguidos. Neste domingo, a média móvel de óbitos atingiu 1.831, a maior já registrada

Ligia Tuon, da CNN Brasil
14 de março de 2021 às 18:01 | Atualizado 14 de março de 2021 às 18:26
Partícula do novo coronavírus
Partícula do novo coronavírus
Foto: Geralt/Pixabay

 

O Brasil registrou neste domingo (14) mais 1.127 mortes por Covid-19, totalizando 278.229 desde o início da pandemia. 

Durante a semana, o número de vítimas diárias ultrapassou os 2.000 por três dias seguidos.

Neste domingo, a média móvel de óbitos de sete dias atingiu 1.831, de acodro com o Conselho Nacional de Secretáros de Saúde (Conass), a maior já registrada.

 

No boletim de hoje, também foram confirmados mais 43.812 casos da doença, totalizando 11.483.370

O país passa pelo pior momento da pandemia até agora. Nesse cenário, ao menos 15 dos 27 estados adotaram o toque de recolher noturno como medida para tentar conter o avanço da doença, segundo levantamento ao qual a CNN teve acesso.

No sábado, governadores do Nordeste pediram, em reunião com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, um calendário do governo federal para, pelo menos, indicar quando deverá começar a vacinação da população na casa dos 60 anos contra a Covid-19.

A pasta, que é alvo de rumores sobre troca de conando, ainda não deu uma resposta exata, mas disse que vai anunciar a compra de vacinas da Pfizer e da Janssen nesta segunda-feira (15).