Festa clandestina é fechada na Zona Sul de São Paulo

Dois cilindros similares aos de oxigênio foram encontrados no local. Os objetos serão analisados pela perícia

Stéphanie Nascimento, da CNN Brasil
21 de março de 2021 às 09:48 | Atualizado 21 de março de 2021 às 12:19

 

Uma balada clandestina foi fechada na madrugada de domingo (21) na Zona Sul de São Paulo. A festa tinha 55 jovens que estavam sem máscaras e aglomerados em um local fechado, descumprindo as medidas da quarentena recomendadas pelo governo estadual.  

O estado de São Paulo está na fase vermelha do Plano Emergencial, que permite o funcionamento apenas de serviços essenciais.

Os policiais que participaram da ação encontraram dois cilindros similares aos de oxigênio, que foram apreendidos e serão encaminhados para perícia. Os policiais ainda constataram que as saídas de emergências estavam fechadas com cadeados. 

O delegado do Garra, Eduardo Brotero, disse que vai “continuar a fazer essas operações incansável e incessantemente colaborando dessa forma pra evitar a disseminação desse vírus”.

Os organizadores da festa serão levados ao Departamento de Proteção a Cidadania, o DPPC, e autuados por descumprirem determinação do poder público de evitar contágio da população.

O Procon, que também participa das operações, informou que o local também será autuado administrativamente. Durante a operação, o diretor de fiscalização do Procon, Carlos Maria, disse que o momento é dramático. "Eu apelo para que não participem desse tipo de evento. É um risco desnecessário.”

Como denunciar

O cidadão pode denunciar festas clandestinas e funcionamento irregular de serviços não-essenciais pelo telefone 0800-771-3541, pelo site do Procon-SP ou no Centro de Vigilância Sanitária, pelo e-mail secretarias@cvs.saude.sp.gov.br.

Fechamento de balada na Zona Sul de São Paulo
Foto: CNN Brasil