Manifestantes incendeiam pneus e bloqueiam pista na Radial Leste, em São Paulo

Palavras como ‘vacina’ e ‘vidas importam’ foram escritas no chão por manifestantes pró-vacina ligados a entidades estudantis

Victória Cócolo, da CNN, em São Paulo
30 de março de 2021 às 07:13 | Atualizado 30 de março de 2021 às 07:52
Manifestantes escreveram "vacina" e "vidas importam" no chão da Avenida Radial
Manifestantes escreveram "vacina" e "vidas importam" no chão da Avenida Radial Leste
Foto: Yuri Salvador

Manifestantes atearam fogo em pneus e bloquearam a pista central, durante um protesto na Radial Leste, sentido Centro, em São Paulo (SP), no início da manhã desta terça-feira (30).

De acordo com a Polícia Militar, no chão, foram escritas palavras de ordem como: "vidas importam" e "vacina". Não há registro de feridos. 

Uma equipe do Corpo de Bombeiros precisou ser acionada para controlar o incêndio. 

Os manifestantes iniciaram o ato por volta das 5h10. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), às 6h40 funcionários faziam a limpeza da pista. Também nesse horário, a companhia registrava 2 km de lentidão no trânsito.

Manifestantes atearam fogo em uma das pistas da Avenida Radial Leste
Foto: Karla Boughoff

O ato foi organizado pela A União Brasil Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), União Nacional de Estudantes (UNE) e Associação Nacional de Pós-graduandos (ANPG). 

Segundo a UBES, a manifestação faz parte da chamada 'Jornada de Luta', uma série de atos praticados todos os anos durante o mês de março, em memória ao estudante secundarista Edson Luís, que aos 18 anos foi assassinado pela ditadura militar. Em 2021, a jornada tem como objetivo discutir temas como fome, vacinas e educação.

Manifestantes seguram cartazes contra o Projeto de Lei 529 de 2020, da Assembleia Legislativa de São Paulo
Foto: Karla Boughoff