Polícia trabalha com hipótese de que o Dr. Jairinho comprou o depoimento da babá

Investigadores creem que a babá não foi coagida, mas sim que recebia dinheiro para mentir em depoimentos

Da CNN, em São Paulo
08 de abril de 2021 às 19:34 | Atualizado 08 de abril de 2021 às 19:36

A Polícia Civil do Rio de Janeiro trabalha com a hipótese de que a babá de Henry Borel recebeu suborno para mentir em seu depoimento no caso da morte do menino, cujos principais suspeitos do crime são seu padrasto, o vereador Jairo Souza Santos Júnior, o Dr. Jairinho, e sua mãe, a professora Monique Medeiros.

As informações são da produtora da CNN Tayana Araújo.

A polícia crê que a babá não foi coagida, mas sim que recebia dinheiro para mentir em seu depoimento. A suspeita surgiu após os policiais encontrarem a babá em uma casa acima dos padrões para a profissão, na zona oeste do Rio de Janeiro.

A teoria vai contra a versão aventada pelo Ministério Público de que a babá foi coagido por Jairinho a mentir no depoimento.

À esquerda o vereador Dr. Jairinho, à direita Monique Medeiros com o filho Henry
À esquerda o vereador Dr. Jairinho, à direita Monique Medeiros com o filho Henry Borel
Foto: Montagem CNN

Publicado por Guilherme Venaglia