Serrana (SP) conclui neste domingo última etapa do estudo de vacinação em massa

Instituto Butantan realiza vacinação de toda a população adulta do município no interior de São Paulo para testar a eficiência da Coronavac

André Rigue, da CNN, em São Paulo
11 de abril de 2021 às 07:18 | Atualizado 11 de abril de 2021 às 12:44

 

A última etapa de vacinação da segunda dose contra o coronavírus em Serrana, no interior de São Paulo, termina neste domingo (11). O Instituto Butantan realiza um estudo denominado ‘Projeto S’ que analisa o resultado da imunização com a Coronavac em toda a população adulta da cidade.

O Butantan estima a vacinação de cerca de 28 mil do total de 45 mil habitantes de Serrana para saber os efeitos da vacinação em massa no sistema de saúde, economia, entre outras questões.

Os estudos preliminares dos efeitos da vacinação só serão divulgados em maio.

Desenvolvido pelo Butantan, o estudo é realizado em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo e com a Prefeitura da cidade de Serrana, após aprovação pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto e avaliado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Fachada da Escola Edesio M. de Oliveira, no município de Serrana
Fachada da Escola Edesio M. de Oliveira, no município de Serrana, interior de São Paulo, um dos locais escolhidos para vacinação
Foto: Luciano Claudino/Código19/Estadão Conteúdo

O início da vacinação em Serrana ocorreu em 17 de fevereiro. Os participantes do estudo foram divididos em quatro grupos: Grupo Verde (6.350 voluntários), Grupo Amarelo (6.045), Grupo Cinza (5.575) e Grupo Azul (8.329).

Com informações de Julyanne Jucá, da CNN, em São Paulo