Com 95% de leitos ocupados, Ribeirão Preto terá medidas restritivas até dia 31

À CNN, o prefeito Duarte Nogueira disse que haverá uma reavaliação dependendo do ritmo epidemiológico na cidade

Amanda Garcia, da CNN em São Paulo
27 de maio de 2021 às 09:54

O prefeito de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, Duarte Nogueira, afirmou, em entrevista à CNN nesta quinta-feira (27), que a cidade atingiu 95,61% dos leitos ocupados por pacientes com Covid-19.

Por esse motivo, Ribeirão Preto adotou medidas restritivas até o próximo dia 31. Só poderão funcionar postos de gasolina, supermercados – em sistema de delivery – e bancos e lotéricas, em virtude dos pagamentos do auxílio emergencial.

“As demais atividades estão suspensas até o dia 31 quando também iremos verificar com o comitê técnico do município para que outras medidas possam ser tomadas, seja para maior restrição ou flexibilização, dependendo do ritmo epidemiológico”, disse Duarte Nogueira.

Segundo o prefeito, o perfil dos pacientes mudou: “Temos por volta de 80% dos casos da variante P.1, de Manaus.

Ela atingiu uma faixa etária mais jovem, a média de permanência nos leitos aumentou, no ano passado era de 8 dias, agora chega a 15 dias e o ciclo de libração acaba demorando mais.”

O prefeito garantiu que não faltará abastecimento de oxigênio e que a cidade garantiu estoque de medicamentos do kit intubação para ao menos os próximos 70 dias.