Rio de Janeiro prorroga medidas restritivas até 28 de junho

Festas e boates continuam proibidas na cidade; informações foram publicadas no Diário Oficial desta sexta-feira (11)

Ana Lícia Soares, da CNN, no Rio de Janeiro
11 de junho de 2021 às 07:24 | Atualizado 11 de junho de 2021 às 09:37
Rio de Janeiro
A cidade do Rio de Janeiro relaxou as medidas restritivas liberando rodas de samba e sem limite de horário para música ao vivo
Foto: Rafael Sacharny/Immagini/Estadão Conteúdo (31.maio.2021)

A prefeitura do Rio de Janeiro prorrogou as medidas restritivas em vigor para conter a disseminação da Covid-19. Continua suspenso o funcionamento de boates e salões de dança. O decreto também impede a realização de festas que necessitem de autorização transitória em áreas públicas e particulares. 

O novo decreto foi publicado no Diário Oficial do município desta sexta-feira (11). As medidas serão válidas até o dia 28 de junho. 

Nas academias de ginástica, piscinas, centros de treinamento e condicionamento físico, a prefeitura libera as aulas coletivas, mas com a ocupação dos ambientes limitada a um indivíduo a cada quatro metros quadrados. 

Está permitido o consumo em bares, lanchonetes, restaurantes, quiosques da orla, mas apenas para clientes sentados, com distanciamento mínimo de 1,5 metro entre cada conjunto composto por mesa e cadeiras, limitado a oito ocupantes.

As atividades em casas de espetáculo e concerto e as apresentações artísticas em espaços de evento deverão ter capacidade de lotação máxima somente com público sentado de 40% em locais fechados, 60% em locais abertos e distanciamento mínimo de 1,5 metros entre os participantes.