Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Alerta de desmatamento na Amazônia é o menor em seis anos para julho; veja comparativo

    Os 499,91 km² registrados no último mês representam o menor número desde 2017; dados são contabilizados desde 2016

    Carolina Figueiredoda CNN

    em São Paulo

    Os alertas de desmatamento na região Amazônica do Brasil registraram uma queda de 66% em julho deste ano quando comparado com o mesmo mês do ano passado. Os dados foram disponibilizados pelo Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe) nesta quarta-feira (3).

    Os 499,91 km² com alertas para desmatamento em julho de 2023 representam o menor número já registrado desde 2017 (457,53 km²). A série histórica contabiliza os dados desde 2016. O comparativo é somente entre os meses de julho.

    Em 2019, o mês de julho bateu o recorde da série com mais de 2,2 milhões de quilômetros quadrados devastados. Nos anos seguintes, durante o governo Jair Bolsonaro (PL), os alertas mantiveram uma média de mais de 1,4 milhão de quilômetros desmatados.

    Dados – Julho

    • 2023 – 499,91 km²
    • 2022 – 1.486,71 km²
    • 2021 – 1.497,93 km²
    • 2020 – 1.658,97 km²
    • 2019 – 2.255,33 km²
    • 2018 – 596,27 km²
    • 2017 – 457,53 km²
    • 2016 – 739,46 km²

    Áreas por anos

    Quando levado em consideração o período de um ano (agosto 2022 a julho de 2023), a área desmatada na Amazônia legal é a menor em quatro anos.

    De agosto de 2022 a julho de 2023 foram desmatadas 7.925 km². No mesmo período entre agosto de 2021 a julho de 2022, foram desmatados 8.590 km².

    Dados por ano:

    • 2022/2023 – 7.952 km²
    • 2021/2022 – 8.590,33 km²
    • 2020/2021 – 8.780,03 km²
    • 2019/2020 – 9.215,88 km²
    • 2018/2019 – 6.843,91 km²
    • 2017/2018 – 4.570,63 km²
    • 2016/2017 – 4.639,37 km²
    • 2015/2016 – 5.377,08 km²