Alta ocupação em UTIs, falta de profissionais de saúde e mais de 26 de janeiro

5 Fatos Tarde, apresentado pela Roberta Russo, repercute as principais notícias do Brasil e do mundo

Isabela Filardida CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

O aumento na ocupação de leitos de UTI e a necessidade de ampliar o número de profissionais de saúde para atender pacientes com Covid-19 estão entre os destaques da tarde de 26 de janeiro de 2022.

Leitos de UTI

Seis estados e o Distrito Federal têm mais de 80% dos leitos de UTI ocupados. O número foi registrado após o país voltar a atingir mais de 400 mortes por Covid-19 em 24 horas.

Profissionais de saúde

A necessidade de profissionais de saúde para atender pacientes com Covid-19 voltou a ser uma realidade no Brasil com o avanço da variante Ômicron. Um levantamento feito pela CNN revelou que pelo menos 11 capitais brasileiras e o Distrito Federal precisaram ampliar o quadro de funcionários diante de mais uma onda de contágio do vírus.

IPCA-15

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15, que é uma prévia da inflação oficial do país, ficou em 0,58% em janeiro, após ter registrado taxa de 0,78% em dezembro. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (26) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Boris Johnson

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, disse nesta quarta-feira (26) que não vai renunciar após uma série de supostas festas em seu escritório e residência oficial durante o lockdown da Covid-19. O premiê britânico é acusado de ter participado de reuniões sociais na pandemia, enquanto a população era submetida ao confinamento. A oposição pede sua renúncia.

Exercícios militares russos

A Rússia realizou nesta quarta-feira (26) exercícios militares e enviou mais forças e caças para Belarus para exercícios no próximo mês, enquanto autoridades se preparavam para negociações em Paris sobre o conflito no leste da Ucrânia.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

Mais Recentes da CNN