Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Amigo de motorista do Porsche recebe alta após mais de dez dias internado em SP

    Marcus Vinicius Machado Rocha estava no carro junto com Fernando Sastre de Andrade Filho, empresário que causou acidente com morte

    Marcos Guedesda CNN

    Em São Paulo

    O estudante de medicina Marcus Vinicius Machado Rocha, de 22 anos, recebeu alta na noite desta quinta-feira (11) do Hospital São Luiz Anália, na zona leste de São Paulo.

    Marcus estava no banco do passageiro quando o Porsche avaliado em mais de R$ 1 milhão de Fernando Sastre de Andrade Filho colidiu contra o Renault Sandero do motorista de aplicativo Ornaldo da Silva Viana, na Avenida Salim Farah Maluf, na madrugada do domingo (31). O motorista do Sandero morreu após o acidente.

    O estudante ficou internado por cerca de dez dias. Ele precisou ter o baço retirado do corpo, além de ficar internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital. O empresário Fernando Sastre foi indiciado por homicídio, lesão corporal e fuga do local.

    A Polícia Civil chegou a fazer dois pedidos de prisão contra o empresário, mas ambos foram negados pela Justiça. O caso segue em investigação no 30º DP (Tatuapé).

    Na manhã de ontem (11), Marcus foi ouvido pela Polícia Civil. Na ocasião, ele declarou aos agentes que ele e o amigo Fernando beberam na noite de 31 de abril.

    De acordo com o advogado José Roberto Soares, que representa Marcus, o estudante quis dar as declarações à polícia ainda no hospital “para colocar um ponto final no caso”.

    Soares disse que, por ser vítima no inquérito, Marcus apenas deu declarações sobre o que ocorreu na noite do acidente. Ele disse aos policiais que antes de irem à casa de Poker, os dois casais beberam em um restaurante. Essa versão é a mesma dada por outra testemunha, a namorada de Marcus, que disse à polícia, que eles “beberam alguns drinks”.

    Já sobre um eventual consumo de álcool na casa de jogos, Marcus disse que não viu se o amigo bebeu, uma vez que ele ficou em uma mesa diferente de Fernando e se preocupou apenas com o seu jogo.

    “A última coisa que me lembro é de Fernando acelerando”

    A memória do estudante sobre a noite do acidente não é completa. Segundo o relato feito aos policiais na manhã desta quinta-feira (11), a última lembrança é do amigo de infância acelerando o Porsche.

    Marcus Vinicius também confirmou a briga entre Fernando e a namorada. Ele disse que quando chegou no lado de fora da casa de Poker, viu o casal discutindo e que o amigo estava alterado. Neste momento, ele se prontificou a ir no lugar da namorada do empresário.