Ao deixar prisão, Cristiane Brasil diz que gostaria de concorrer à prefeitura

Ex-deputada foi presa em operação que apura fraudes em contratos do governo fluminense

Jaqueline Frizon

Da CNN, no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

A ex-deputada federal Cristiane Brasil deixou a prisão na tarde desta quinta-feira (15) depois de conseguir um habeas corpus no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Ela estava no Instituto Penal Ismael Pereira Sirieiro, em Niterói (RJ), e saiu acompanhada de seu advogado.

“Não sei os próximos passos, queria eu poder concorrer (à prefeitura ) porque o Rio de Janeiro vai ter que passar por tudo de novo e eu estou de fora por perseguição política”, disse a ex-parlamentar. Ela se disse triste e injustiçada e afirmou que vai cuidar da vida e da família.

Leia e assista também

Cristiane Brasil deixa prisão após conseguir libertação na Justiça

Cristiane Brasil contrata filha de desembargador para tentar sair da cadeia

PTB desiste de candidatura de Cristiane Brasil após Justiça negar liberdade

A ex-deputada foi presa no dia 11 de setembro durante a operação Catarata que investiga fraudes em contratos de assistência social do governo do Estado do Rio e da prefeitura. Além de Cristiane, a Justiça concedeu o benefício ao ex-secretário estadual de Educação do Rio Pedro Fernandes. Os dois terão que cumprir algumas medidas cautelares, como comparecimento mensal em juízo, proibição de acesso às empresas investigadas e de manterem contato entre si. 

Mais Recentes da CNN