Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Atlas da Violência 2021 revela queda de homicídios e aumento de mortes violentas no Brasil

    Segundo o estudo, publicado nesta terça-feira (31), todos os estados apresentaram queda na taxa de homicídios, com exceção do Amazonas

    Rafaela LaraMurillo Ferrarida CNN

    em São Paulo

    Ouvir notícia

    O Atlas da Violência 2021, do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, publicado nesta terça-feira (31), revela que a taxa de homicídios em todos os estados brasileiros apresentou queda, com exceção do Amazonas que, entre 2018 e 2019, aumentou 1,6%. Já o número de mortes violentas por causas indeterminadas cresceu nos dois últimos anos.

    De acordo com o estudo, o Brasil registrou um crescimento de 35,2% no número de mortes violentas por causas indeterminadas entre 2018 e 2019. Os maiores aumentos foram registrados no Rio de Janeiro (232%), no Acre (185%) e em Rondônia (178%).

    No ano de 2018, o país registrou 57.956 homicídios. Já em 2019 este número ficou em 45.503, o que representa uma queda de 21,5%. De 2014 a 2019, a queda na taxa de homicídios é ainda maior: 24,8%.

    O estudo deste ano foi baseado em dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) e do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) a partir dos atestados de óbito – ambos sistemas são do Ministério da Saúde. Os dados mais recentes são de 2019.

    O Atlas ressalta ainda que o aumento dos registros nas mortes violentas por causa indeterminada (MVCI), que são aquelas em que não foi possível identificar a motivação, saltou de 12.310 para 16.648.

    Essas mortes, segundo o estudo, podem ter sido provocadas por agressões, suicídios, assassinatos ou acidentes, mas acabam entrando nas estatísticas como indefinidas e podem puxar os registros de homicídios para baixo.

    Homicídios: veja a série histórica

    Ceará apresenta maior redução na taxa de homicídios

    O estado que apresentou a maior redução na taxa de homicídios, de 2018 para 2019, foi o Ceará (-51%). Seguido por Roraima (-46,2%) no mesmo período. E Rio de Janeiro, com redução de 45,3% de 2018 para 2019.

    Mortes violentas: veja a série histórica

    Rio de Janeiro tem maior aumento na taxa de mortes violentas

    A taxa de MVCI, de 2018 para 2019, também é alta no Ceará (80,3%). No entanto, o Rio de Janeiro é o estado com o maior índice – 237,2% dentro do mesmo período. Seguido pelo Acre, com 184,8%.

    Mais Recentes da CNN