Avião abandonado leva polícia a esquema de tráfico internacional de drogas

Avião que levou à deflagração da operação estava em uma plantação em Muitos Capões, no Rio Grande do Sul

Raphael CoracciniVianey Bentesda CNN

Ouvir notícia

Um pequeno acidente aéreo em dezembro de 2020 deu início a uma investigação da Polícia Federal que levou, nesta quinta-feira (02) ao cumprimento de 15 mandados de prisão por tráfico internacional de drogas, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

O avião ficou uma semana escondido em meio a plantações em Muitos Capões (RS) e chamou a atenção da polícia.

Além do Rio Grande do Sul, a quadrilha operava em outros seis estados, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Roraima, e no Distrito Federal.

Segundo a PF, o veículo, que sofreu avarias durante o pouso e não poderia ser removido, era utilizado para transportar cocaína.

Durante a investigação, as autoridades identificaram que a organização criminosa é formada por empresários do setor de aviação agrícola.

O esquema também conta com a participação de advogados e pilotos, além de membros de uma “facção de atuação nacional”, disse a PF em comunicado, sem revelar qual a facção envolvida.

A Polícia Federal executa ainda a ordem judicial de bloqueio de imóveis e contas bancárias, sequestro e apreensão de dez aviões e outros veículos dos envolvidos.

Mais Recentes da CNN